terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Diário da Indignação #2

PISCAS / Headlights



Ora muito bem! Venho, neste diário da indignação, fazer um apelo a todos os fabricantes de automóveis deste mundo. Sabem aquelas luzinhas, nos carros, que segundo ensinam nas escolas de condução servem para avisar os outros condutores (sim, porque surpreendentemente não andamos sozinhos na estrada! Acreditem! É mesmo verdade!) que vamos virar, parar ou sinalizar qualquer outra manobra! Não, não são qualquer espécie de enfeite do género "luzes de natal", têm mesmo uma função!

O meu apelo é o seguinte, ou a industria automóvel deixa de aplicar os piscas (sim, até têm um nome) nos carros, o que irá gerar alguma poupança, ou os senhores condutores mentalizam-se que a pessoa do veículo de trás (EU) não é obrigada a adivinhar o que querem ou para onde tencionam ir. Posto isto vamos lá parar com o "lá lárá lá lá, cá vou eu nesta reta descansado! olha, se calhar quero virar para aqui, bora travar e virar JÁ!" Concordam?

Reflexão mais ponderada:

Não quer dizer que uma vez ou outra não seja esquecido um pisca, até a mim acontece, mas vamos tentar não ter acidentes e "matar os outros de susto" ok? Sejamos condutores mais responsáveis concentrados no que vamos a fazer pois há tantas desgraças que poderiam ser evitadas.

Muitos beijinhos meus Boémios!

Well well! Today I come appeal to all car manufacturers in the world. You know those little lights in cars, which according to the teach in driving schools, serve to warn other drivers (because surprisingly, we are not alone on the road! Believe it! It's really true!) that we will turn, stop or do all other movement! No, these lights are not any kind of gender ornament "christmas lights", and have a function!
My appeal is, or the automotive industry doesn't apply headlights (yes, they have a name) in cars, which will generate some savings, or the driver must know that the person in the vehicle on behind (ME) does not have to know what they want or where they intend to go. That said let's stop with the "Lé lárá lá lá, here I go super rested! Look, maybe I want to turn to here, lets go turn ALREADY!" Don't you agree with me?

More thoughtful reflection:
Not to say that once in a while is not forgotten to turn on a headlight, it happens to me, but lets try not to have accidents and "kill the other guy" ok? Let us be more responsible drivers focused on what we do because there are so many disasters that could be avoided.
Many kisses my Boémios!

8 comentários:

  1. Estou tão indignada como tu nesta questão. Não só é um perigo nas rectas quando mudam de direcção, como pouparia tanto tempo se nas rotundas as pessoas assinalassem o que querem fazer (acho que ninguém aqui é telelpata por enquanto). Enfurece-me tanto que não ponham!
    Mas infelizmente é assim, as pessoas mais respeitadoras das regras são sempre os mais noobs :p

    beijinhos
    http://pretty-little-stories.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. fartei-me de sorrir enquanto lia o teu comentário porque é mesmo "ah alguém que me compreende". é que não se pode.
      Muitos beijinhos

      Eliminar
  2. ando a tirar a carta e isso é algo que me mete imensa impressão!

    www.pinkie-love-forever.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. vai passar de "impressão" para uma "pilha de nervos" :P beijinhos

      Eliminar
  3. Tens toda a razão e não poucas vezes que isso acontece, e nas rotunda então é para esquecer.

    http://wordsofsophie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Dou-te toda a razão! Tenho carta de condução há alguns anos, ao mesmo tempo que sou um apaixonado pela condução, mecânica e automobilismo, mas irrita-me solenemente a falta de civismo dos condutores nas nossas estradas.
    Uns fazem delas pistas de corridas, só para satisfazerem o seu ego que na realidade não vale mais do que nada, pois nunca uma pessoa com tais atitudes terá consciencia do que é ser piloto.

    Outra das coisas que me incomodam também e falo agora como condutor de camiões, essa situação que tu referes torna-se ainda mais importante, pois um camião não trava nem é tão ágil como um carro para se desviar em situações de aperto provocadas por condutores sem noção do que fazem.

    Já nem falo que por vezes não se cede a passagem a um pesado à entrada de um cruzamento ou faixa de aceleração, pois mas o facto é que são viaturas diferentes com as quais devemos ser um pouco mais condescendentes. Assim como ainda há muito boa gente com a mania que não devem encostar para deixar passar veículos prioritários, como Bombeiro Voluntário ainda me aconteceu isso esta manhã!!!

    E pronto foi apenas um pequeno desabafo....

    http://assombrodeuminconsistente.omundodaprogramacao.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que o teu comentário foi bastante importante. Eu própria não me tinha lembrado dos camiões mas o que dizes é, realmente, verdade. Não é que as pessoas não saibam conduzir, a falta de civismo é que é enorme. Estão sempre com pressa de chegar quando, por causa de uma atitude, podem "parar" já na próxima esquina.

      Importam-se muito em facilitar a passagem aos outros porque "Eles já ali estavam e a sua dignidade irá baixar se ousarem ter um ato que consideram de caridade".

      Apoio o teu comentário a 100% claro.
      Beijinhos

      Eliminar
  5. Confesso que por vezes também me sinto sem paciência para ir atrás de alguém mais lento do que eu gostaria ou qualquer outro tipo de situação, mas mesmo assim devemos sempre olhar à nossa volta!!!

    Não vivemos sozinhos no mundo, não é tudo nosso e na condução aplica-se exactamente o mesmo princípio!

    Nada somos sozinhos!!!

    PS: E eu que adoro conduzir sozinho, só eu, o meu carro, a estrada e uma boa banda sonora! É a melhor catarse da mente e frustração que pode existir! =)

    ResponderEliminar